Quando Friends chegou ao fim em 2004, muitos fãs ficaram órfãos da série e queriam mais conteúdo sobre aqueles personagens.

Para suprir essa demanda, a NBC decidiu produzir uma derivada de Friends intitulada Joey, que focava em Joey Tribianni (Matt LeBlanc) e sua vida como artista após o final da série original.

A série foi um fracasso de público e de crítica, sendo cancelada após apenas duas temporadas. Com isso, muita gente se pergunta até hoje: Será que uma derivada diferente de Friends poderia dar certo? O problema foi dar destaque para Joey?


Em um artigo, o Express discutiu a possibilidade de uma derivada bem-sucedida para Friends.

O segredo está nos casais

Para discutir uma possível derivada de sucesso para Friends, o Express entrevistou a Dra. Simone Knox, co-autora do livro, “Friends: A Reading of the Sitcom”, livro que analisa o formato e o sucesso da sitcom.

Para Simone, a ideia de se criar uma derivada de Friends é no geral bem ruim e o motivo para isso é simples: A graça de tudo é a química entre os seis protagonistas.

“Eu não vejo como fazer uma derivada com apenas um dos personagens funcionar – porque eles estão em sintonia um com o outro. Eu pessoalmente sou contra qualquer derivada – e é claro que os atores [com exceção de LeBlanc] também não estão interessados em uma derivada”, disse a especialista em Friends.

Porém, segundo ela, duas derivadas de Friends até poderiam funcionar, se fossem bem-feitas.

“Mas se você tivesse que fazer uma, eu provavelmente sugeriria fazer uma sobre os casais”, explicou a entusiasta de Friends.

Para ela, uma derivada focada em Ross (David Schwimmer) e Rachel (Jennifer Aniston) ou uma derivada com destaque para Monica (Courteney Cox) e Chandler (Matthew Perry) teriam mais chances de sucesso, já que elas teriam mais de um personagem de Friends participando, o que tornaria tudo mais interessante.

É claro que essa ideia ainda teria problemas. Se você faz uma derivada focada em apenas um dos casais, como você explica a ausência do outro? Afinal, Ross e Monica são irmãos e eles moram relativamente perto um do outro ao final de Friends, então seria praticamente impossível justificar essas ausências de uma forma plausível.

Em Joey, única derivada de Friends, essa questão foi eliminada porque o personagem se mudou para Los Angeles. Com os casais fica mais difícil fazer isso, já que eles possuem filhos e outras obrigações que Joey não possuía.

Agora, fica a dúvida, qual derivada seria melhor? A que foca em Ross e Rachel ou a que destaca Monica e Chandler? Será que alguma delas pode ser produzida algum dia? Ou é melhor matarmos a saudade apenas assistindo Friends?

Uma reunião dos personagens de Friends na HBO Max está a caminho, então é bem possível que essa discussão retorne em um futuro próximo.

Até lá, todas as temporadas de Friends estão disponíveis na Netflix brasileira.