A Casa Branca se pronunciou oficialmente nesta sexta-feira (23) sobre as recentes declarações de Johnny Depp contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O ator, durante aparição no Festival Glastonbury, na última quinta (22), sugeriu que mataria o político caso ele tivesse uma oportunidade.

“Podemos trazer Trump aqui?… Eu acho que ele precisa de ajuda. Quando foi a última vez que um ator assassinou um presidente?”, questionou Depp, fazendo referência ao assassinato de Abraham Lincoln. “Eu não sou um ator, mentir é o que eu faço da vida. No entanto, faz um tempo e talvez seja hora. Por sinal, isso vai estar na imprensa. Será horrível”, completou.

Em seu comunicado oficial, a Casa Branca definiu o comportamento do ator como triste. “O presidente Trump condenou a violência sob todas as formas e é triste que outros, como Johnny Depp, não seguiram sua direção. Espero que alguns dos colegas do Sr. Depp falem contra este tipo de retórica tão fortemente quanto fariam se os seus comentários fossem dirigidos a um funcionário eleito democrata”.


Confira o discurso de Johnny Depp contra Donald Trump:

https://www.youtube.com/watch?v=pbQE7KYm7UY