Depois da Casa Branca se pronunciar contra os comentários de Johnny Depp sobre matar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi a vez do ator ir novamente a público. Em entrevista à People nesta sexta-feira (23), o ator se desculpou sobre a piada.

“Isso não saiu como eu planejava e de fato não tinha nenhuma malícia. Eu estava apenas tentando divertir, não queria prejudicar ninguém”, lamentou.

Na última quinta (22), no Festival Glastonbury, o ator fez referência ao assassinato de Abraham Lincoln por John Wilkes Booth em 1865. O caso aconteceu justamente durante uma aparição do então presidente dos EUA em uma edição do Festival Glastonbury. “Podemos trazer Trump aqui?… Eu acho que ele precisa de ajuda. Quando foi a última vez que um ator assassinou um presidente?”, disse o ator.


Confira o discurso de Johnny Depp contra Donald Trump:

https://www.youtube.com/watch?v=pbQE7KYm7UY