Em 2019, Aladdin ganhará sua versão live-action, mas é em 2017 que uma das mais famosas animações da Disney comemora 25 anos de existência.

E durante uma entrevista para a Variety, John Musker, que foi diretor assistente e ajudou na criação do universo, deu suas opiniões a respeito de Robin Williams, que dublou o gênio.

“Nós queríamos algo que pudéssemos fazer na animação de uma forma que jamais poderíamos fazer em um filme live-action. A ideia foi mudar a aparência do gênio para encaixar isso em um tom mais engraçado e mais vivo, e inserir a voz viva de Robin Williams, que nos dava a ideia de que nós podíamos fazer qualquer coisa”, disse ele.


O animador Eric Goldberg também falou sobre Robin.

“Mesmo quando ele não estava trabalhando, ele treinava sua voz no microfone, e quando o microfone abria, bam! Ele botava tudo pra fora e nos dava um material ótimo. Eu o considero um artista muito bom e generoso. A gente costumava dizer que se o roteiro era um mapa de ruas, ele tomava vários atalhos”, disse Eric.

A estreia do filme ficou para 24 de maio de 2019, com Will Smith no papel do Gênio, que foi dublado por Robin Williams no filme original.