Joely Fischer, atriz e meia-irmã de Carrie Fischer, que faleceu no final do ano de 2016, conhecida por interpretar Leia nos filmes da saga Star Wars, trouxe à tona diversos problemas de drogas e abuso sexual que enfrentou com sua família.

Filha do canto de pop Eddie Fisher com a modelo Connie Stevens Fisher, Joely revelou em um livro publicado chamado “Growing Up Fisher, Musings, Memories & Misadventures”, relatos do que vivenciou durante sua infância e adolescência com seus pais.

Com o pai, ela disse que teve um momento em que ele chegou para ela e Carrie e disse para ambas mostrarem os seios a ele. Segundo Joely, ele desenvolveu um vício muito forte por drogas. Depois, sua mãe também teria problemas com drogas. Anos depois, a mesma chaga seria implicada na vida de sua meia-irmã, Carrie.


Ela escreveu: “Eu tinha problemas com vícios minha vida toda, mas também, por alguma razão, nunca me sucumbi… quer dizer, eu ainda estou viva. Uma vitória pessoal de proporções épicas. O DNA Fischer passou não somente a p**** da voz de veludo mas também a predisposição genética às drogas, infidelidade e idiossincrasia financeira”.

Joely agora se lançou como diretora, trabalhando formas de superar sua ansiedade. “Carrie é a Princesa Leia mas eu também sou uma super-heroína quando o assunto é lidar com os próprios demônios”, ela conclui.