A amarga batalha judicial entre o astro Jim Carrey e a mãe de Cathriona White, sua ex-namorada, terminou com o inocentamento do ator, que havia sido acusado de influenciar no suicídio da ex.

White, que era maquiadora, foi encontrada morta em setembro de 2015, cercada por comprimidos, poucos meses depois de terminar um longo relacionamento com Carrey. Brigid Sweetman, mãe de White, acusou o ator de influenciar o ato da filha e fornecer as drogas que ela usou para se suicidar.

Pouco depois, mensagens de texto trocadas entre os dois namorados mostravam White preocupada com o estilo de vida ao qual Carrey a apresentou (“drogas e prostitutas”) e com uma possível DST que ele poderia ter transmitido.


Carrey foi inocentado no dia 25 de janeiro, depois que foi descoberto o exame de DST de 2011 apresentado pela acusação foi fraudado por White.

Atriz de Corra! vai fazer par com Jim Carrey em nova série de TV