O ex-namorado de Gwyneth Paltrow, Brad Pitt, é “o melhor” em seus olhos por defendê-la contra Harvey Weinstein.

A atriz de 45 anos apareceu no The Howard Stern Show em um episódio desta semana, quando compartilhou mais detalhes sobre o infame confronto na abertura de Hamlet, na Broadway, em 1995.

Segundo Paltrow, ela contara a Pitt sobre um encontro “estranho” que teve com Weinstein em um quarto de hotel. O ator encontrou o magnata do cinema no evento da Broadway e disse algo do tipo: “Se você fizer com que ela se sinta desconfortável novamente, eu vou matar você”.


Gwyneth Paltrow fala sobre sexo tântrico e a três em revista

“Foi o equivalente a jogá-lo contra a parede, energicamente”, disse a atriz a Stern. “Foi tão fantástico porque o que ele fez foi alavancar sua fama e poder para me proteger em um momento em que eu ainda não tinha fama ou poder”, acrescentou ela. “Ele é o melhor.”

Uma fonte havia dito anteriormente à PEOPLE que as ações de Pitt eram o equivalente a “um Missouri gritando” e “deixava claro que haveria consequências” se Weinstein tentasse qualquer outra coisa. “Brad ameaçou Harvey”, disse a fonte. “Ele ficou bem na cara dele, cutucou-o no peito e disse: ‘Você nunca mais fará isso com Gwyneth novamente’”.

Paltrow está nos cinemas nesse momento, reprisando o papel de Pepper Potts em Vingadores: Guerra Infinita.