Com Donald Trump e Roseanne Barr dominando o ciclo de notícias, o controverso documentarista Michael Moore foi até suas contas de mídia social para provocar o que parece ser um documentário sobre o presidente em exercício. Confira mais abaixo.

Moore postou um clipe no Twitter e em seu site sobre ele e Trump no programa de entrevistas de Barr em 1998, onde Trump o parabenizou por seu filme sobre o CEO da General Motors, Roger Smith, “Roger & Me”. “Espero que você nunca faça um em mim” Trump diz sobre ser o assunto de um de seus filmes.

Moore já alvejou Trump em outros dois projetos: “Michael Moore in TrumpLand” de 2016 – baseado em seu programa de uma só pessoa – e sua estréia na Broadway, “The Terms of My Surrender”.


Moore não é estranho em condenar os presidentes. “Fahrenheit 9/11” deu um mergulho profundo na presidência de George W. Bush após os ataques de 11 de setembro. O filme de 2004 ainda é o documentário de maior bilheteria de todos os tempos.