Em junho deste ano, uma mulher acusou Cuba Gooding Jr. de assediá-la sexualmente em um bar em Manhattan.

O ator vem sendo julgado pela corte de Nova York desde então, e sua sentença será dada no dia 17 de outubro, próxima quinta-feira.

No entanto, agora, há mais um agravante para a situação de Cuba. Segundo informações do New York Post, outras três mulheres o acusaram recentemente ao saberem do caso.


De acordo com a impresa norte americana, as acusações seguem a mesma linha da primeira: assédio sexual em bares e restaurantes.

Uma das mulheres afirma que o assédio aconteceu dentro de um bar em 2008, enquanto outra relata um caso parecido em 2013. Em todas as situações, Cuba estava embriagado.

O advogado do astro garante sua inocência e está convicto de que ganharão o caso. Ele também questionou a honestidade das vítimas, dizendo que elas estão apenas atrás de dinheiro.

O trabalho mais recente de Cuba Gooding Jr. aconteceu em 2016, quando ele viveu Matt Miller na série American Horror Story.