Os fãs da Marvel foram pegos de surpresa com a morte de Chadwick Boseman, aos 43 anos. No dia 28 de agosto, no dia do falecimento, foi revelado que o ator de Pantera Negra lutava há 4 anos contra um câncer de cólon.

Ninguém sabia sobre a doença, ao menos não os fãs e a indústria de Hollywood. O fato surpreendeu até mesmo colaboradores de Chadwick Boseman.

Apenas um pequeno grupo de amigos e a família do astro de Pantera Negra sabiam sobre a situação. Agora, ao The Hollywood Reporter, Michael Greene contou o motivo de Chadwick Boseman não tornar pública a luta dele.


O agente afirma que tudo veio das lições que o famoso recebeu da mãe. Ela “sempre o ensinou a não ter nenhuma confusão em cima dele”. Além disso, Chadwick Boseman sentia que “as pessoas do cinema se comportavam de forma estranha”, enquanto ele era mais reservado.

Os fãs também sugerem outro motivo. Se o ator revelasse a doença, os estúdios poderiam tentar tirá-lo de papéis como Pantera Negra e Crime sem Saída, que são bastante físicos.

Netflix lança filme final do astro

Antes de falecer, Chadwick Boseman conseguiu terminar as gravações do drama Ma Rainey’s Black Bottom. O longa já chamava atenção pela história e pelo elenco.

O que se sabe é que Ma Rainey’s Black Bottom foi anunciado pela Netflix ainda em 2019. No mesmo ano, as gravações teriam acontecido em julho.

O filme traz a Rainha do Blues, Ma Rainey, como a principal personagem. Ela é vivida por Viola Davis.

O longa com o astro da Marvel é baseado em uma peça de August Wilson. A história se passa em 1927, em uma tumultuada sessão de gravação de Ma Rainey.

O ator de Pantera Negra entra na história com o essencial papel do trompetista Levee. Como indica a sinopse, ele também tem bastante destaque nessa trama.

A descrição do filme da Netflix traz que na gravação, a destemida Ma “começa uma batalha contra o empresário branco e a produtora sobre o controle de sua música”. Enquanto isso, na sala de espera da gravadora, o personagem de Chadwick Boseman deve assumir o controle.

“Enquanto a banda espera na claustrofóbica sala de ensaio, o trompetista Levee (Chadwick Boseman) – que está interessado na namorada de Ma e está decidido a deixar a própria marca na indústria da música – estimula os seus colegas músicos com histórias reveladoras que vão mudar o curso de suas vidas”, completa a sinopse do filme.

O elenco tem ainda Glynn Turman, Colman Domingo e Michael Potts. A direção é de George C. Wolfe e o roteiro fica com Ruben Santiago-Hudson.

O último filme do astro de Pantera Negra, da Marvel, ainda não tem previsão na Netflix.