Tommy Morrison viveu Tommy Gunn em Rocky V e chegou a ser o campeão de peso pesado no boxe. Apesar disso, ele conta com uma história bem trágica.

Nascido no Arkansas, em 1969, sua família se mudou várias vezes, entre cidades pequenas, geralmente morando em trailers antes de fixarem-se em Jay, Oklahoma.

Sua mãe, Diana, basicamente era responsável por cuidar dos três filhos e seu pai, Tim, exagerava no álcool e abusava da família.


“Tínhamos de andar na ponta dos pés no tapete”, disse Morrison à ESPN. “Qualquer coisa que desse errado era nossa culpa. Caso deixássemos as luzes acesas no banheiro, éramos espancados”.

Não bastasse a agressão, Tim ainda prendia sua família no escuro, proibindo que assistissem TV. Ele ainda cobria as janelas com papel alumínio porque era sensível à luz em razão de um ferimento no trabalho.

Os pais de Morrison, eventualmente, divorciaram-se e ele chegou a perder um ano no colégio para viver com Tim. Quando Morrison tinha 13 anos, seu pai falsificou documentos para que o filho entrasse em competição de luta.

Ele nocauteou seu primeiro oponente e chegou a ganhar 20 de suas 21 lutas, segundo o Associated Press. Morrison ainda disse que trabalhou para a máfia irlandesa quando jovem, ameaçando machucar os amigos e famílias de quem devia aos gangsters.

Sua carreira no boxe, contudo, eventualmente deslanchou e ele chegou a conquistar o título de campeão de peso pesado, após luta contra George Foreman, em 1993.

A trágica história do astro de Rocky V continuou quando ele foi diagnosticado com AIDS. Ele culpou a si mesmo e sua vida sexual hiperativa.

“Sexo se tornou parte do meu condicionamento”, disse Morrison, que alegou dormir com três mulheres diferentes por dia, por sete, ou oito anos.

Foi seu treinador, Tony Holden, que deu a notícia para sua equipe na época.

“Eu entrei na sala e minha equipe inteira estava lá sentada, me olhando como se eu fosse um homem morto”, contou Morrison.

De herói a pária

Mesmo após ter sido aclamado na sua cidade natal em razão de sua vitória no boxe, Morrison revelou que foi tratado como um pária após o diagnóstico de HIV.

“As pessoas nem apertavam sua mão, não chegavam perto dele, nem deixavam seus bebês perto dele”, disse Tony Holden à ESPN. Ele ainda disse que a mãe e a irmã de Morrison foram “misteriosamente” demitidas de seus trabalhos como enfermeiras.

George Foreman, no entanto, permaneceu amigo do astro de Rocky V. Ele viu seu irmão ser isolado após contrair poliomielite, segundo o New York Post, e não queria que Morrison sofresse da mesma maneira.

Foreman apoiou Tommy Morrison e o encorajou a continuar lutando. O que ele fez.

Depois do falecimento de Morrison, aos 44 anos, em 2013, Foreman só teve palavras doces para compartilhar sobre o lutador e amigo.

“Eu gostava dele. Ele era um bom garoto e um boxeador realmente bom, com um belo soco”.

Tommy Morrison somente apareceu em Rocky V, disponível em DVD, Blu-ray e mídias digitais.