Após perder a batalha jurídica com o The Sun, jornal britânico que o chamou de “espancador de esposa”, Johnny Depp jamais trabalhará em Hollywood novamente, apontam advogados especializados na área.

O ator de 57 anos recentemente anunciou que saiu do papel de Grindelwald nos filmes de Animais Fantásticos, da franquia Harry Potter. A notícia veio após Depp perder nos tribunais seu processo de difamação contra o The Sun.

Logo após isso, conforme Emma Kelly, do Metro, o advogado Mark Stephens, especializado na área de mídias, declarou:


“Isso é devastador para Depp. Ele agora é tóxico. Ele será conhecido para sempre como espancador de esposa, bêbado e drogado. Isso vai ser escrito em sua lápide”.

Steven Heffer, por sua vez, chefe de mídias e privacidade no escritório Collyer Bristow também chegou a dizer falar sobre a estratégia de Depp em processar o jornal britânico: “Foi de alto risco e provou ser um desastre completo”.

“Infelizmente para Depp, é bem provável que isso tenha sido uma decisão que acaba com sua carreira. O que isso significa é que o futuro de outras ações jurídicas é incerto”.

Vale lembrar que Johnny Depp também processa sua ex-esposa, a atriz Amber Heard, por difamação. Ela o acusou de tê-la agredido repetidas vezes quando ainda eram casados.

O julgamento desse caso acontecerá em 2021.

Fora de Piratas do Caribe?

Uma parte da internet ainda pode estar do lado de Johnny Depp, mas parece que a Disney definitivamente não está.

De acordo com o We Got This Covered, a Casa do Mickey supostamente não está mais interessada em trazer de volta o Capitão Jack Sparrow de Johnny Depp em qualquer função quando se trata da franquia Piratas do Caribe.

Aparentemente, os dois lados estavam discutindo sobre um pequeno papel ou participação especial para o ator de 57 anos na próxima produção, mas agora o estúdio está abandonando esses planos após os resultados de seu julgamento.

Para aqueles que não ficaram sabendo, o Supremo Tribunal de Londres decidiu que o News Group Newspapers teve o direito de apelidar o ator de “espancador de mulheres”, depois que o testemunho perturbador de sua ex-esposa Amber Heard contra ele foi considerado confiável.

Isso significa essencialmente que eles acreditam que Johnny Depp é um agressor doméstico, o que deve ter ramificações em grande escala em sua carreira.

Os filmes de Piratas do Caribe, com Johnny Depp, estarão em breve disponíveis no Disney+, serviço de streaming que será lançado no Brasil em 17 de novembro.