Michael J. Fox está se aposentando pela segunda vez como ator. O ator de De Volta Para o Futuro afirma isso em seu quarto livro de memórias, No Time Like the Future: An Optimist Considers Mortality, que será lançado em breve nos Estados Unidos.

No livro, Fox fala sobre suas provações com Parkinson e envelhecimento, reconhecendo que atuar agora pode estar além dele.

“Há um tempo para tudo”, Fox escreve.


“E meu tempo de colocar uma jornada de trabalho de doze horas, e memorizar sete páginas de diálogo é o que fica para trás. Pelo menos por enquanto, entro em uma segunda aposentadoria.”

“Isso pode mudar, porque tudo muda. Mas se este é o fim da minha carreira de ator, que seja.”

Segunda aposentadoria

Em suas novas memórias, Michael J. Fox continua revelando que sua decisão de deixar de atuar não é apenas uma questão de idade e os típicos “problemas de velho”.

De acordo com a prévia do LA Times, o ator de De Volta Para o Futuro faz algumas confissões bastante íntimas sobre como sua cognição mental está mostrando sinais de declínio – como é típico de muitos pacientes com Parkinson. Fox descreve a experiência de perda de memória, confusão, delírios e sintomas de demência.

Ele compartilha piadas sobre como procurar as chaves do carro (anos depois de parar de dirigir), falar com pessoas que não estão lá e até mesmo confundir suas filhas gêmeas.

É um olhar preocupante sobre a realidade de onde Michael J. Fox está atualmente, quase 30 anos depois de ser diagnosticado com Parkinson – mas nem tudo é triste. Fiel ao título do livro (e à sua própria experiência de vida), Fox é um otimista que vive uma vida plena – incluindo mais de 30 anos com a esposa Tracy Pollan.

Mais recentemente, Fox encontrou inspiração em um lugar mais inesperado: Era Uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino.

“DiCaprio, interpretando um ator cowboy que já viu dias melhores, continua bagunçando suas falas, furioso consigo mesmo por causa de sua incapacidade crônica de lembrar e entregar o diálogo. Ele se repreende violentamente por seu fracasso abjeto.”

“Eu sinto sua dor. Eu obviamente estive lá. Mas comparado a tudo o mais na minha vida, não acho isso digno de auto escoriação. Meu trabalho como ator não me define.”

Michael J. Fox certamente não precisa se preocupar em ainda definir por sua atuação – o trabalho que ele já fez ainda vive forte hoje.

De Volta Para o Futuro é uma das poucas franquias de filmes que não foram forçadas a reiniciar. O Garoto do Futuro inspirou toda uma nova geração de conteúdo e fãs. Até mesmo Os Espíritos ainda é considerado um clássico cult.

Na frente da televisão, Caras & Caretas e Spin City ainda são séries duradouras – e isso é apenas uma amostra do que Fox fez.

O novo livro de memórias de Michael J. Fox, No Time Like the Future: An Optimist Considers Mortality, será lançado nos Estados Unidos em 17 de novembro.