2020 foi um ano atípico. Da pandemia do coronavírus à eleição americana, passando pelos protestos contra o racismo e a violência policial, os 12 meses foram marcados por transformações inegáveis.

Parte dessas mudanças envolveu a despedida de várias celebridades amadas pelo público, que deixaram para trás fãs desolados e um legado eterno.

Na virada do ano, chegou a hora de relembrarmos as estrelas que deixaram de brilhar em 2020.


Veja abaixo!

Sean Connery

Sean Connery se estabeleceu como um dos atores mais talentosos de Hollywood em seus quase 60 anos de carreira. O escocês ficou conhecido principalmente por interpretar por mais de duas décadas o agente secreto James Bond nos filmes de 007, além de atuar nas franquia Indiana Jones e no filme O Nome da Rosa.

Connery se aposentou oficialmente em 2006, retornando em 2012 para alguns projetos especiais. O ator faleceu por causas naturais em 31 de outubro, aos 90 anos.

Eddie Van Halen

Eddie Van Halen foi um dos membros fundadores da banda Van Halen, um dos expoentes mais famosos do hard rock na história da música. Além de ser o principal guitarrista do conjunto, Eddie também foi responsável pela composição de algumas das canções mais icônicas da banda.

Eddie ainda é considerado um dos guitarristas mais importantes da história do rock. O músico morreu em outubro aos 65 anos, em decorrência de um câncer na garganta.

Little Richard

O lendário cantor Little Richard se destacou como um verdadeiro ícone cultural por mais de sete décadas. Chamado de “o Arquiteto do Rock’n Roll”, Little Richard virou o cenário musical dos anos 50 de cabeça para baixo com suas performances cheias de energia, carisma e emoção.

O eterno intérprete de canções como “Tutti Frutti” também ajudou na integração entre negros e brancos nos Estados Unidos por meio de sua arte. Little Richard morreu em 9 de maio, aos 87 anos, após uma longa batalha contra um câncer nos ossos.

Kobe Bryant

Considerado um dos melhores jogadores de basquete de todos os tempos, Kobe Bryant deixou uma legião de fãs sem chão em 2020. O astro faleceu em um trágico acidente de helicóptero em janeiro. Bryant tinha apenas 41 anos, e estava acompanhado da filha Gianna, de 13 anos.

Kobe Bryant também fez história como o primeiro afro-americano a ganhar o Oscar de Melhor Curta-Metragem Animado em 2018, pelo projeto “Dear Basketball”.

Diana Rigg

Enquanto o público mais moderno conhece Diana Rigg principalmente como a “Rainha dos Espinhos” de Game of Thrones, a atriz britânica contou com uma premiada carreira de mais de 60 anos no cinema, teatro e TV.

Diana Rigg – que foi honrada com o título de Dama pela Rainha Elizabeth II – faleceu em 10 de setembro, aos 82 anos. A causa da morte foi um câncer de pulmão, diagnosticado inicialmente em março.

Olivia de Havilland

Olivia de Havilland se estabeleceu como a última sobrevivente de uma época cada vez mais esquecida: A Era de Ouro de Hollywood. A atriz atuou em alguns dos grandes clássicos da história do cinema, como E o Vento Levou, A Porta de Ouro e Só Resta uma Lágrima.

A lendária atriz morreu dormindo aos 104 anos, em julho de 2020. Olivia de Havilland chamou a atenção recentemente ao processar o produtor Ryan Murphy por sua caracterização na série Feud, na qual foi interpretada por Catherine Zeta-Jones.

Max von Sydow

Max von Sydow contou com uma aclamada carreira no cinema, teatro e TV. Por mais de 70 anos, o ator participou de mais de 150 filmes em diversas línguas, incluindo O Exorcista.

O astro entrou para a história do cinema na pele do protagonista de O Sétimo Selo (1957), filme de Ingmar Bergman com a icônica cena do cavaleiro jogando xadrez com a morte. Sydow também conquistou o público mais moderno como o Corvo de Três Olhos em Game of Thrones. Max von Sydow morreu em março, aos 90 anos.

Fred Willard

Fred Willard ficou conhecido principalmente por suas performances cômicas, especialmente nos filmes do diretor Christopher Guest. Você provavelmente conhece Willard como o pai de Phil Dunphy, personagem de Ty Burrell na sitcom Modern Family.

O ator morreu em 15 de maio, aos 86 anos. A causa da morte foi identificada como um ataque cardíaco.

Naya Rivera

A morte de Naya Rivera foi com certeza um dos eventos mais chocantes e trágicos do ano. Conhecida no mundo inteiro por sua aclamada performance como Santana Lopez na série Glee, a atriz encantava a todos com sua poderosa voz e carisma inegável – além de abrir espaço para uma maior representatividade LGBTQ na TV.

Rivera faleceu com apenas 33 anos. A atriz se afogou em um passeio de barco no Lago Piru, na Califórnia. Antes de desaparecer nas águas, a estrela conseguiu salvar a vida do filho Josey, de 4 anos.

Chadwick Boseman

Chadwick Boseman estará no coração dos fãs da Marvel para sempre como o eterno Pantera Negra. A morte do astro foi inesperada e chocante – Boseman foi diagnosticado com um câncer no cólon em 2016, mas manteve a condição em segredo.

Além de viver o herói T’Challa nos filmes do MCU, Chadwick Boseman também se destacou por interpretar várias figuras importantes da história do movimento negro, como o atleta Jackie Robinson, o músico James Brown e o juiz da Suprema-Corte Thurgood Marshall.

Chadwick Boseman faleceu em 28 de agosto, com apenas 43 anos.