Brad Pitt está no meio de um divórcio com Angelina Jolie. Os dois se separaram em 2016 e desde então disputam na justiça.

O processo não é nada fácil e não tem previsão para acabar. A principal luta dos famosos é a guarda dos seis filhos.

Depois, Brad Pitt e Angelina Jolie precisam acertar a divisão de bens. Ao que parece, essa situação ainda deve durar um bom tempo.


Esse não é o primeiro divórcio do ator. Em 2005, antes de assumir o romance com Angelina Jolie, Brad Pitt terminou o casamento com Jennifer Aniston, de Friends.

Comparado com a atual separação, o divórcio foi mais tranquilo. Porém, o caso custou uma fortuna para Brad Pitt.

Divórcio caro para Brad Pitt

O site The Things afirma que Brad Pitt e Jennifer Aniston não assinaram qualquer acordo antes do casamento. Pela lei da Califórnia (EUA), a atriz de Friends teria direito a 50% da fortuna do astro.

Porém, a famosa não quis dinheiro do astro. Jennifer Aniston ficou apenas com a mansão que os dois moravam, que na época foi avaliada em US$ 29 milhões (ou R$ 155 milhões), o que já é uma fortuna.

Além disso, a famosa ficou com uma pequena parte da produtora Plan B, de Brad Pitt. Também naquela época, a empresa já era avaliada em US$ 50 milhões (ou R$ 267 milhões).

Apesar da fortuna, o divórcio foi resolvido de forma rápida. Jennifer Aniston e Brad Pitt anunciaram o fim do casamento em janeiro de 2005.

Em outubro do mesmo ano, o acordo dos dois estava finalizado.

Friends, com Jennifer Aniston, está em reprise no canal Warner.