Armie Hammer, de Me Chame Pelo Seu Nome, não é mais suspeito de ter cometido um assassinato em Wonder Valley, nos EUA.

Rumores começaram a circular sobre o ator de Me Chame Pelo Seu Nome estar envolvido no assassinato após inúmeras acusações de canibalismo e abuso sexual terem sido feitas contra o astro por suas ex-namoradas.

A conta no Instagram @DeuxMoi sugeriu que Armie Hammer estava envolvido nesse caso de Wonder Valley.


Conforme Teresa Roca, do The Sun, no entanto os rumores foram descartados pela polícia de San Bernadino.

“O nome de Armie Hammer não apareceu como um suspeito. Não temos planos de investigá-lo. Não identificamos os restos mortais”, disse o representante da polícia.

Até o momento, Armie Hammer não se manifestou sobre os boatos.

Ator está em lista de rejeitados em Hollywood

Armie Hammer, de Me Chame Pelo Seu Nome, se viu no centro de grande polêmica ao ser acusado pelas suas ex-namoradas de abuso, agressão e canibalismo. Isso parece ter afetado sua carreira de forma significativa.

Conforme o insider da indústria, Daniel Richtman, Armie Hammer foi colocado na lista negra de Hollywood.

Com isso, o ator dificilmente será contratado para novos papéis, ao menos até toda essa poeira baixar – isso se não descobrirem provas contra o ator de Me Chame Pelo Seu Nome.

Em todo caso, é bom levar essa informação como rumor por enquanto, visto de Daniel Richtman muitas vezes não acerta.

Em todo caso, Armie Hammer já saiu de dois projetos nas últimas semanas a comédia com Jennifer Lopez, Shotgun Wedding e um filme sobre a produção de O Poderoso Chefão.