O lendário ator canadense Christopher Plummer morreu aos 91 anos no dia 5 de fevereiro. A informação é da Variety.

O famoso estava em sua casa em Connecticut (EUA). A causa da morte não foi revelada até o momento dessa publicação.

Christopher Plummer marcou Hollywood com trabalhos impressionantes ao longo de quase 70 anos. Com eles, foi vencedor de 48 prêmios, entre eles um Oscar.


O troféu foi conquistado em 2012 pela atuação em Toda Forma de Amor. Com o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, o astro quebrou o recorde de ser o artista mais velho a levar o troféu em uma categoria de atuação.

Em 2018, Christopher Plummer bateu outro recorde. Aos 88 anos, se tornou o ator mais velho a receber uma indicação para categoria de atuação ao concorrer ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante.

Dessa vez, a indicação veio pelo trabalho em Todo o Dinheiro do Mundo. Como não podia ser diferente, um dos últimos papéis da carreira do ícone de Hollywood foi marcante.

Christopher Plummer atuou no elogiado Entre Facas e Segredos. Em 2021, o ator estava gravando a animação Heroes of the Golden Masks.

Carreira marcante de Christopher Plummer

Logo na década de 1960, Christopher Plummer aparecia para Hollywood. Em 1965, teve papel importante em A Noviça Rebelde.

O ator é o intérprete do Capitão Von Trapp. O longa recebeu o Oscar de Melhor Filme e ficou marcado para eternidade, influenciando diversas gerações.

O papel veio após Plummer estrear na TV e no cinema na década de 1950. Ao mesmo tempo, o ator de A Noviça Rebelde fazia as primeiras apresentações no teatro, como em Otelo. Nos palcos, o famoso também se tornaria o vencedor do prêmio Tony – o primeiro foi conquistado ainda em 1974, pela peça Cyrano.

Em 1996, conquistou o segundo prêmio Tony, com a peça Barrymore, baseada na vida de John Barrymore.

Nesse ponto da carreira, Christopher Plummer já era bem estabelecido em Hollywood. Entre os filmes que fez estavam Waterloo (1970), A Volta da Pantera Cor-de-Rosa (1975), Assassinato Por Decreto (1979) – em que foi Sherlock Holmes, e Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida (1991).

A partir dessa década, o astro teve mais uma série de grandes trabalhos. Plummer esteve em Malcolm X (1992), Os 12 Macacos (1995) e O Informante (1999).

Antes dos trabalhos citados acima, que o levaram aos recordes no Oscar, a lenda de Hollywood também atuou no premiado Uma Mente Brilhante (2001), A Lenda do Tesouro Perdido (2004), O Plano Perfeito (2006) e ainda dublou Up: Altas Aventuras (2009).

Christopher Plummer foi casado três vezes. Os dois primeiros relacionamentos foram com a atriz Tammy Grimes e com a jornalista Patricia Audrey Lewis.

O ator deixa a terceira esposa, Elaine Taylor, com quem estava junto há mais de 50 anos. Além disso, teve uma filha, Amanda, ainda do primeiro casamento.