Michael Burns, vice-presidente da Lionsgate, confirmou o interesse de se produzir novos filmes de Jogos Vorazes após o lançamento de Jogos Vorazes: A Esperança – O Final, tido como a conclusão da franquia.

Em entrevista via Hollywood Reporter, o executivo disse que a franquia Jogos Vorazes “vai continuar viva e próspera”, assim como a franquia Harry Potter, que em breve ganhará um filme derivado (Animais Fantásticos e Onde Habitam).

“A única coisa da qual as crianças sentiram falta [no início da saga] é das arenas. Se voltarmos para trás, com certeza haveria várias arenas”, acrescentou Burns, indicando a possibilidade de prelúdios para Jogos Vorazes.


Apesar da possibilidade de novos filmes, Suzanne Collins, autora da saga literária que deu origem a Jogos Vorazes, já anunciou que não pretende escrever novos livros.

Francis Lawrence, que dirigiu os três últimos Jogos Vorazes, confirmou antes mesmo do lançamento da última sequência a ideia de um prelúdio de Jogos Vorazes, se passando 75 anos antes do primeiro filme – leia mais.

Confira a crítica do último filme

Jogos Vorazes: A Esperança – O Final estreou no Brasil em 18 de novembro. Encerrando a franquia Jogos Vorazes, obra literária de Suzanne Collins que conquistou milhares de fãs desde o lançamento do primeiro filme em março de 2012, o longa mostra a nação de Panem em plena guerra. Katniss (Jennifer Lawrence) decide montar uma resistência com um grupo de amigos próximos – incluindo Gale (Liam Hemsworth), Finnick (Sam Claflin) e Peeta (Josh Hutcherson) – para derrubar o Presidente Snow (Donald Sutherland). Eles arriscam suas vidas em uma missão para tentar assassinar o tirano líder, que fica cada vez mais obcecado em destruir Katniss. As armadilhas mortais, inimigos e escolhas morais que esperam por Katniss, porém, vão desafiá-la mais do que qualquer área que ela já enfrentou.

Tudo sobre: Jogos Vorazes