J.J. Abrams escreveu seu nome na história da franquia Star Wars ao dirigir Star Wars: O Despertar da Força. E durante um jantar na Milken Global Conference o cineasta comentou sobre a sua contribuição para os filmes da série e exaltou o universo criado por George Lucas.

Star Wars não é um filme, é uma religião. Mas essa religião que as pessoas têm – elas nem sempre sabem como essas coisas são fungíveis”, afirmou J.J. Abrams, ao The Wrap.

O diretor também contou sobre uma história envolvendo a Millenium Falcon e Harrison Ford. Nos primeiros filmes o ator que interpretou Han Solo em diversos longas da franquia se queixou da cabine da nave. A reclamação era que pedaços de plástico se mexiam e então nesta filmagem J.J. Abrams certificou que fossem adicionado molas no objeto para evitar problemas. Isso tudo foi contado pelo diretor para explicar a falta de autenticidade da nave em O Despertar da Força.


Star Wars: Os Últimos Jedi é o próximo capítulo da série Star Wars e será lançado em 17 de dezembro de 2017, com o Episódio IX fechando a nova trilogia em dezembro de 2019. Nesse meio período, será lançado um novo derivado, o filme sobre a origem de Han Solo.