Nessa terça (07), a Disney anunciou que o Los Angeles Times não está mais barrado de comparecer às sessões adiantadas de seus filmes.

“Nós tivemos conversas produtivas com a liderança recém-instalada do Los Angeles Times e comunicamos nossas preocupações específicas, e como resultado decidimos restaurar o acesso do veículo a exibições para críticos de nossos filmes”, comunicou a empresa.

As associações de críticos locais de Los Angeles, Nova York e Boston, assim como a National Society of Film Critics, organização que engloba todo o país, haviam anunciado boicote aos filmes da Disney em seus prêmios de 2018 se o bloqueiro ao Los Angeles Times persistisse.


Veículos como o New York Times, AVClub, Washington Post e FlavorWire acenaram com medidas semelhantes, proibindo seus críticos de comparecerem a sessões adiantadas dos filmes da Disney.

Em duas matérias (aqui e aqui), o Los Angeles Times entrevistou uma série de oficiais de governo e cidadãos de Anaheim que se mostraram indignados com a forma como a Disney tinha “sugado” incentivos e subsídios oferecidos pela cidade, a ponto de drenar a economia local muito mais do que a incentiva.