Patty Jenkins entrou na lista de dez candidatos ao prestigiado título de Pessoa do Ano da Revista TIME para 2017.

“A diretora de Mulher-Maravilha quebrou inúmeros recordes de bilheteria nesse ano. Após se tornar a primeira mulher a dirigir um filme que fez mais de US$ 100 milhões em seu fim de semana de estreia, ela assinou para dirigir a sequência da franquia”, descreve a revista.

Jenkins tem concorrentes de peso ao título: o CEO da Amazon e homem mais rico do mundo, Jeff Bezos; os Sonhadores, grupo de imigrantes prejudicados por medida do presidente Donald Trump, que inclusive também é candidato para a honra da TIME; o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un; o jogador de futebol americano e ativista Colin Kaepernick; o ex-diretor do FBI, Robert Mueller, que conduz investigação contra Trump; o presidente da China, Xi Jinping; o Príncipe Mohammed bin Salan, da Árabia Saudita; e as mulheres que participaram do movimento #MeToo (#EuTambém), que denunciou assédio sexual no Twitter.


A continuação de Mulher-Maravilha será lançada no dia 1º de novembro de 2019, com a diretora Patty Jenkins e o roteirista Dave Callaham (Godzilla) à bordo.

Mulher-Maravilha arrecadou mais de US$ 800 milhões mundialmente.