James Mangold, diretor de Logan, revelou recentemente não ser um dos maiores fãs de cenas pós-créditos. Durante uma entrevista ao Audi’s 2018 Writers Guild Association Beyond Words, publicada pelo ComicBook, Mangold disse que se sente “envergonhado” com esse tipo de cena, que para ele, só serve para vender o próximo filme enquanto se faz um determinado projeto.

O diretor, porém, voltou a falar sobre o assunto no Twitter, onde explicou que “não é tanto as cenas que me irritam, mas o medo de que filme (uma forma de arte que eu amo) não estão se desenvolvendo quando elas não funcionam mais como uma forma com começo, meio e fim, mas como parte de uma máquina de fazer dinheiro em série.”

Mangold ainda ressaltou que essas cenas trazem uma “falsa sensação de um ‘universo’ totalmente realizado”, quando na verdade tudo não passaria de uma parte dessa máquina de fazer dinheiro.


O diretor foi indicado ao Oscar deste ano pelo seu trabalho como roteirista em Logan, o primeiro filme de super-herói a conseguir o feito.