ATENÇÃO, SPOILERS A SEGUIR

Han Solo: uma História Star já está nos cinemas e o filme contou com a presença inesperada de um famoso vilão da franquia de filmes: Darth Maul, visto pela última vez em Star Wars: A Ameaça Fantasma.

No longa, o vilão é o líder de uma organização criminosa, e agora, os roteiristas Lawrence e Jonathan Kasdan resolveram comentar em entrevista ao Uproxx o que os motivou a trazer o personagem para o filme.


“Eu estava realmente apaixonado por ele durante todo o tempo. Eu meio que tinha plantado as sementes no começo e queria que algo fosse construído dessa maneira. Queria referenciar certas formas de artes marciais que levariam a ele. E queria a presença de alguém tão aterrorizante neste mundo do crime que seria capaz de controlar alguém como Dryden. Então ele era parte do DNA da coisa” explicou Jonathan Kasdan.

Depois de Han Solo, TODOS os próximos projetos de Star Wars no cinema e na TV

Han Solo já é considerado um sucesso, pois nos Estados Unidos, o longa tem vendido mais ingresso de pré-estreia do que Pantera Negra (saiba mais).

Apesar do sucesso, e da notícia de que Alden Ehrenreich assinou contrato para três filmes no papel do jovem Han Solo, o diretor Ron Howard não garante que uma sequência vai mesmo acontecer.

Recentemente, foi confirmado que o filme terá 135 minutos de duração, graças a informações do Festival de Cannes, onde o longa será exibido fora de competição – veja a lista de selecionados.

O longa sobre a juventude do personagem interpretado por Harrison Ford na franquia original (agora, Alden Ehrenreich) ainda tem Thandie Newton, Donald Glover, Woody Harrelson, Emilia Clarke e Paul Bettany no elenco.

Ron Howard (O Código Da Vinci) dirige a produção da Lucasfilm após alguns percalços na produção – anteriormente contratados, os diretores Phil Lord e Chris Miller (Uma Aventura LEGO) foram demitidos no meio da produção.

Han Solo: Uma História Star Wars chegou aos cinemas no último dia 24 de maio.