A Hasbro garante que novos filmes do Power Rangers chegarão em breve aos cinemas – a empresa americana comprou os direitos de imagem da marca da japonesa Saban, por US$ 522 milhões

A quantia, equivalente a R$ 1.83 bilhão, dá a Hasbro o direito de outras franquias menores da Saban, como My Pet Monster, Popples, Julius Jr., Luna Petunia e Treehouse Detectives. As informações são do THR.

“Como mencionei, anunciamos a aquisição de Power Rangers. Esta é realmente uma ótima aquisição, e acreditamos que iremos desenvolver um grande projeto para a marca. O fato de adquirir a franquia e liga-la à nossa estratégia de divulgar é empolgante, já que focamos em entretenimento, como futuros filmes, brinquedos, jogos e produtos de consumo, que divulgaremos em todo o mundo”, disse o CEO da Hasbro, Brian Goldner.


Conhecida por criar e licenciar os brinquedos dos Transformers, que viraram mania mundial após uma série de cinco filmes que se expandirá nesse ano com o spin-off Bumblebee, a Hasbro pretende dar nova vida aos Power Rangers na TV e no cinema.

Astro de Power Rangers é condenado por abuso sexual

Lançada originalmente em 1993, a franquia ganhou as telonas em um filme de 2017, que não arrecadou o esperado nas bilheterias – resultando apenas em US$ 142 milhões mundiais.

No entanto, de acordo com o ator Dacre Montgomery, que recentemente fez sucesso como o Billy de Stranger Things, a sequência ainda pode acontecer.

A esperança dos fãs continuava acesa por causa do sucesso do filme no mercado de home video. Na primeira semana de vendas após chegar aos DVDs, o filme dominou as vendas de DVD/Blu-Ray.