Stephen King é frequentemente considerado um dos maiores autores de terror de todos os tempos, com um de seus livros de maior sucesso sendo O Iluminado. A história foi adaptada para um filme de Stanley Kubrick em 1980, embora King seja um dos maiores detratores do filme. Em seu último romance, The Outsider, King criticou sutilmente o filme.

Como revelado pelo IndieWire, em um ponto do romance, um personagem está assistindo Glória Feita de Sangue de Kubrick. Quando perguntado por que eles estavam assistindo a este filme, o personagem confirma que foi porque é “melhor que O Iluminado”.

King compartilhou suas queixas sobre o filme desde que foi lançado, com o autor detalhando alguns de seus problemas com ele para a Rolling Stone em 2014.


“O livro é quente, e o filme é frio; o livro termina em fogo, e o filme em gelo. No livro, há um arco real onde você vê esse cara, Jack Torrance, tentando ser bom, e pouco a pouco ele se move para este lugar onde está louco “, detalhou King. “E, no que me dizia respeito, quando vi o filme, Jack estava louco desde a primeira cena. Eu tive que manter minha boca fechada naquele momento. Era uma exibição, e Nicholson estava lá. Mas estou pensando em eu mesmo no minuto em que ele está na tela: “Ah, eu conheço esse cara. Eu o vi em cinco filmes de motocicleta, onde Jack Nicholson interpretou o mesmo papel. E é tão misógino. Quer dizer, Wendy Torrance acaba de ser apresentada como esse tipo de pano de prato”, observou King. “Mas isso é só eu, é assim que eu sou.”

O autor pode não ser o maior fã do filme, mas muitos críticos o consideram um dos maiores filmes de terror de todos os tempos.