A Netflix foi envolvida em mais uma controvérsia, dessa vez durante o Festival de Veneza. Exibidores italianos falaram contra a companhia de streaming, criticando o lançamento de filmes exibidos no Festival ao mesmo tempo que são exibidos nos cinemas.

O canal está exibindo seis filmes no Festival de Veneza deste ano, incluindo Roma, de Alfonso Cuarón e a reclamação vem de dois organizações exibidoras de filmes na Itália.

A declaração da ANEC/ ANEM diz que o lançamento simultâneo de filmes nos cinemas e no streaming favorece apenas um lado, em detrimento do outro.


“Esse é um assunto delicado que deveria ser lidado em acordo com todos os envolvidos na linha de produção do Cinema, especialmente em um período de série crise para exibidores em razão de problemas estruturais do mercado” continua a declaração, fazendo referência ao problema da pirataria na Itália supostamente afetando a exibição de filmes.

O Mundo Sombrio de Sabrina | Bruxinha aparece com novo visual em reboot da Netflix

Por fim, a declaração da ANEC/ ANEM afirma que “contesta as iniciativas que permitem o lançamento simultâneo de alguns filmes nos cinemas e em outras mídias.”

Vale ressaltar que nem todos os filmes exibidos pela Netflix em festivais estreiam simultaneamente na plataforma. O próprio filme de Cuarón não tem data de estreia na plataforma e será exibido tanto em Veneza quanto no Festival de Nova York.

Anteriormente o Festival de Cannes também causou problemas para a Netflix, criando regras dizendo que um filme da competição deve ser exibido em cinemas franceses e apenas três anos depois deve chegar ao streaming.

Com isso, a Netflix optou por retirar todos os seus filmes da competição, em forma de protesto. Já em relação à polêmica italiana, resta aguardar para saber qual será a postura da Netflix e do próprio Festival de Veneza.