As primeiras exibições de teste de John Wick: Capítulo 3 – Parabellum contaram com críticas do público. Os espectadores reclamaram que as cenas de ação são repetitivas e em grande quantidade no longa.

Para o Collider, o diretor Chad Stahelski não fugiu do assunto e respondeu os comentários. O cineasta quer entender como a melhor parte do filme também pode ser considerada a pior pelo público.

“Bem, ‘há muita ação. Há muita ação’. A sua melhor opinião e a sua pior são a mesma coisa? É algo desafiador. ‘Nós amamos a ação e queremos que ela seja mudada, mas se for mudada, podemos odiar também’. A mesma razão que você ama, é a mesma que você odeia. É algo bem desafiador”, comentou o diretor.


John Wick 3 ganha trailer no estilo Logan feito por fã

“Nesse terceiro filme da franquia cheia de adrenalina, o super-assassino John Wick retorna com um valor de US$ 14 milhões na sua cabeça e um exército de assassinos atrás do seu rastro. Após matar um membro do obscuro grupo High Table, John Wick é excomunicado, mas o assassino e a assassina mais durões do mundo esperavam a sua vez”, afirma a sinopse do filme.

O longa é o terceiro de uma trilogia de extremo sucesso, iniciada em 2014. Não apenas comercialmente, os bons resultados das obras também estão no campo da bilheteria, o que fez possível a realização de sequências.

A direção fica por conta de Chad Stahelski, que dirigiu o segundo filme.

John Wick: Capítulo 3 – Parabellum estreará nos cinemas em 17 de maio.