Em entrevista com o Hollywood Reporter, o presidente dos estúdios Disney, Alan Horn, garantiu que a Fox permanecerá com produções adultas, como Deadpool.

Apesar de se tornar uma propriedade da Disney, a Fox poderá continuar trabalhando independente em questão de conteúdo, segundo o executivo.

“Acreditamos que existe espaço para as propriedades da Fox existirem sem significativa influência da Disney sobre a natureza do conteúdo. O que significa que vemos que certamente há popularidade entre os fãs da Marvel para os filmes da série Deadpool, por exemplo. Vamos continuar nesse negócio, e pode haver espaço para mais disso.”


O Retorno de Mary Poppins | Chefe da Disney descarta possível sequência

Horn salienta que, com a fusão com a Fox, a Disney terá a oportunidade de investir em histórias com as quais geralmente não trabalha.

“Com a Fox, podemos fazer filmes que neste momento digo que não poderíamos fazer. Bohemian Rhapsody, por exemplo. Foi muito bom e um grande sucesso. Mas não há como fazer isso sob o rótulo da Disney porque os personagens fumam cigarros, entre outras coisas. Nem poderíamos ter feito Argo, vencedor do Oscar, porque os personagens fumam e xingam. Temos uma política de fumo. O público de um filme da Disney pode não saber o que eles vão ver, mas eles sabem o que não vão ver. Há certas coisas que simplesmente não podemos incluir porque receberemos cartas.”

A fusão da Fox com a Disney deve ser concluída até metade de 2019.