A Warner Bros parece ter desistido da ideia de ter um universo totalmente conectado, como a rival Marvel. Em entrevista ao LA Times, o CEO da empresa, Kevin Tsujihara, revelou as novas estratégias do estúdio.

O novo foco da Warner Bros deve ser individualmente nos filmes, que estarão “menos conectados” daqui para frente. O CEO admitiu que o plano inicial não estava funcionando.

“A próxima leva, com Shazam!, Coringa, Mulher-Maravilha 1984 e Aves de Rapina, parece que nos coloca no caminho certo. Nós temos as pessoas certas trabalhando nos projetos certos. O universo não é tão conectado como imaginávamos que seria cinco anos atrás. Nós estamos vendo mais foco em personagens e experiências individuais. Não estamos dizendo que não voltaremos para algum universo compartilhado. Mas isso parece a estratégia certa para nós agora”, declarou Tsujihara.


O CEO também indicou que Batman e Superman não serão as grandes apostas da DC daqui para frente. Há personagens que estão com destaque.

Shazam! | Filme da DC deve faturar 48 milhões de dólares no fim de semana de estreia

“O que a diretora Patty Jenkins fez com Mulher-Maravilha nos mostrou o que podemos fazer com os personagens que não são Batman e Superman. Obviamente nós queremos eles em um lugar de destaque e com filmes fortes. Mas Aquaman é um exemplo perfeito do que podemos fazer. Eles são únicos e com um tom diferente em cada filme”, explicou o CEO.

O próximo filme da DC e Warner Bros a chegar nos cinemas é Shazam!.

Em Shazam!, Zachary Levi é o herói titular, enquanto Asher Angel vive seu alter-ego infantil, Billy Batson. O elenco traz ainda Jack Dylan Grazer (It: A Coisa), Djimon Hounsou (Diamante de Sangue) e Mark Strong (Kingsman: Serviço Secreto).

David F. Sandberg (Quando as Luzes se Apagam) dirige o filme, que promete um tom mais leve e bem-humorado.

Shazam! estreia nos cinemas brasileiros em 4 de abril.