Dan Reed, diretor do polêmico documentário Leaving Neverland, sobre os supostos abusos sexuais e atos de pedofilia cometidos por Michael Jackson, decidiu se defender das acusações do espólio do cantor.

Leaving Neverland | Irmãos e sobrinho defendem Michael Jackson: “Tinha o coração de uma criança”

Em entrevista ao site The Hollywood Reporter, nesta terça-feira, dia 5, Dan primeiramente criticou o espólio de Michael Jackson por chamar o seu documentário de 4 horas de uma “fabricação de tabloide”.


Ele afirma: “Um documentário de 4 horas – isso é tabloide? Eu não caracterizei Jackson no filme – eu acho que se você assistir você vai notar que é uma história sobre duas famílias e Jackson é um elemento da história. Mas eu não o caracterizo e nem comento sobre ele. Não é um filme sobre Michael, o filme mostra um abuso sexual, como acontece e suas terríveis consequências.”

Ainda falando sobre o espólio de Michael Jackson, Dan Reed critica o modo como eles lidaram com o lançamento do documentário, denominando Leaving Neverland de “mentiroso” e até de “assassinato de caráter”.

O diretor afirma que o espólio está apenas pensando no dinheiro: “Eles tem seus preciosos bens para defender. Toda vez que uma música toca, a caixa registradora deles faz ‘ka-ching’. Não me surpreende que eles estão defendendo seu maior bem”.

Por fim, Dan Reed afirma que as afirmações do espólio confirmam que ninguém da família se atreveu a assistir Leaving Neverland e ainda deixa claro que as supostas vítimas Wade Robson e James Safechuck não foram pagas para participar do documentário.

O documentário conta a seguinte história: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.

Leaving Neverland será exibido em duas partes na HBO, nos dias 3 e 4 de março.