Em uma coletiva de imprensa de Vingadores: Ultimato, o co-diretor Anthony Russo falou sobre o devastador final de Guerra Infinita e como suas consequências mudaram os personagens para melhor ou para pior.

Anthony admite que ele e seu irmão, Joe, queriam obrigar os personagens – e eles próprios – a sair de sua zona de conforto.

“Gostamos de ‘nos colocar num canto’. Isto significa se colocar num lugar com um nível narrativo em que você não saiba como avançar. É um lugar bem excitante para se estar. Isto te obriga a pensar de uma maneira mais criativa.”


“Tentamos fazer isto em todos os finais da Marvel que fizemos, principalmente Guerra Infinita”, continuou. “Estávamos muito comprometidos porque sentimos que as histórias perdem sua importância sem consequências reais.”

Ele prosseguiu: “A história é sobre como esses personagens lidam com a perda. Foi o que vivenciaram em Guerra Infinita. Foi uma experiência única para eles. Todos estão lidando individualmente com essa experiência e, então, passam a lidar coletivamente.”

O elenco confirmado de Vingadores: Ultimato inclui Robert Downey Jr, Chris Evans, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo, Paul Rudd, Don Cheadle, Tessa Thompson, Bradley Cooper, Brie Larson, Karen Gillan, Josh Brolin, Gwyneth Paltrow, Jon Favreau e Tessa Thompson.

Anthony e Joe Russo (Vingadores: Guerra Infinita) retornam para a direção. O novo filme terá 3 horas e 3 minutos de duração.

Vingadores: Ultimato estreia no dia 25 de abril nos cinemas brasileiros.