Taraji P. Henson chamou atenção em 2016 quando revelou que teve um salário muito inferior aos de Brad Pitt e Cate Blanchett em O Curioso Caso de Benjamin Button, filme que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

Agora, em nova entrevista para a Variety nesta terça-feira (2), Henson revela o valor do salário: US$ 150.000, que foi bem inferior ao dos outros astros.

“Eu quero deixar isso bem claro: não estou dizendo que Brad ou Cate não deveriam ter recebido o que receberam. Eles colocam traseiros em cadeiras, então pague eles. Eles merecem. Não estou falando que eles não merecem o que ganham. Eu só estava pedindo por meio milhão – só isso. É isso. Meu público ainda estava me conhecendo. Achamos que pedi o que era justo pra mim, naquela época”, diz a atriz.


“Eu pedi por meio milhão. É isso. E eles me deram US$ 100.000. Isso faz sentido? Sou o terceiro nome no pôster. Isso faz sentido pra você? Eu só estava pedindo por US$ 500.000 – era só isso que eu pedia”, continua Henson.

“Se eu trabalhar com o Brad de novo, eu não vou perguntar quanto ele ganha. Eu não abro filmes que nem ele, então não posso esperar ganhar o que ele ganha. Mas se estou trabalhando com um parceiro e somos iguais, e você quer pagar ele mais do que eu, temos um problema. Eu tenho um problema e eu vou falar. Mas eu não posso falar contra o Brad. Há quanto tempo ele faz isso? Mais do que eu, e vamos dar vantagem a ele – o cara sabe estrear filmes. Ele abre filmes, então dê o dinheiro a ele”, explica a atriz.

“Mas agora que eu posso abrir filmes, me dê meu dinheiro. Eu provei isso. Eu provei até mesmo quando o estúdio não promoveu o filme, e abriu só comigo. Então me dê meu dinheiro. Eu sou bem justa. Eu nem pedi um milhão pra eles [em Benjamin Button]”, conclui.

O Curioso Caso de Benjamin Button foi dirigido por David Fincher, e concorreu a 13 estatuetas do Oscar – incluindo uma de Atriz Coadjuvante para Taraji P. Henson.