Embora o trailer do novo filme de Jamie Dornan (50 Tons de Cinza) e Emily Blunt (Um Lugar Silencioso), Wild Mountain Thyme, e seus “duvidosos” sotaques irlandeses não tenham ajudado muito, o veredicto do filme em si não é muito melhor.

Os críticos opinaram sobre o novo filme romântico – baseado na peça de John Patrick Stanley, Outside Mullingar, de 2014 -, que foi rotulado de tudo, de “chato” e “idiota” a “besteira”.

O astro de 50 Tons de Cinza e Blunt interpretam Anthony e Rosemary, que iniciam um romance apaixonado enquanto suas famílias discutem por um pedaço de terra entre suas fazendas.


Filme criticado

Embora tenha havido algumas críticas positivas – uma chamando-o de “equivalente a uma xícara de chá quente em um dia tempestuoso” -, os sotaques parecem ser a última das preocupações do filme, de acordo com os críticos.

Aqui está o que eles estão dizendo:

New York Post: “John Patrick Shanley, o escritor de Feitiço da Lua, cometeu um erro fatal com sua nova comédia romântica, Wild Mountain Thyme: ele dirigiu. A escrita de Shanley oscila entre aquele tipo de comentário dolorosamente óbvio de personagem e momentos de magia.”

“Ainda assim, é sua direção de visão de túnel (de quem foi a ideia de escalar Walken como um pai irlandês rural?) que contribui para uma colheita insuficiente.”

Hollywood Reporter: “O público com apetite por romance à moda antiga, os campos verdejantes da Irlanda rural e muitas porções de singularidade inventada podem encontrar algo que valha a pena aqui.”

“Aqueles ansiosos por entretenimento com qualquer tipo de vantagem ou autenticidade cultural devem procurar outro lugar.”

The Wrap: “Se a palavra ‘extravagante’ faz você recuar ou não é provavelmente um bom indicador de se Wild Mountain Thyme é para você, mas se você está procurando o equivalente cinematográfico de uma xícara de chá quente em um dia tempestuoso, você pode descobrir que está desenvolvendo um gosto por esse tipo particular de romance peculiar.”