Arnold Schwarzenegger já teve diversos papéis icônicos no cinema.

Os dois mais emblemáticos são os de Exterminador do Futuro e Conan, o Bárbaro. Mas a carreira do astro nunca se resumiu apenas a isso.

Em 1990, Arnold Schwarzenegger estreou O Vingador do Futuro, uma ficção científica altamente criativa.


O longa-metragem foi um sucesso de bilheteria, fazendo com que uma sequência fosse planejada. No entanto, nunca chegou a acontecer.

O que os fãs podem não saber é que uma sequência chegou muito perto de ser concretizada – e na verdade o projeto até foi realizado, mas não como uma continuação.

Um projeto que se transformou em outro

De acordo com o Screen Rant, o roteiro de O Vingador do Futuro 2 foi escrito, mas em determinado momento do desenvolvimento, chegou-se à conclusão de que o projeto funcionaria melhor como algo separado. Assim nasceu Minority Report – A Nova Lei.

Assim como O Vingador do Futuro, Minority Report – A Nova Lei foi baseado em uma obra de Philip K. Dick.

As reescritas no roteiro fizeram com que o Hauser de Arnold Schwarzenegger fosse trocado pelo John Anderton de Tom Cruise. Já a direção ficou por conta de Steven Spielberg.

Minority Report – A Nova Lei foi aclamado pela crítica, sendo lembrado como um dos maiores sucessos da carreira de Tom Cruise.

O astro gostou tanto de trabalhar com Spielberg que eles mais tarde reeditaram a parceria em Guerra dos Mundos. O filme fez sucesso em bilheteria, mas não recebeu tantos elogios quanto Minority Report – A Nova Lei.