Muito aguardado, Mulher-Maravilha 1984 finalmente chegou aos cinemas.

O filme, de certa forma, está dividindo opiniões. Até mesmo a recepção com a crítica, inicialmente positiva, ficou bem mais fria.

O que uma boa parte das pessoas parece concordar é que Pedro Pascal se saiu bem como o vilão Maxwell Lord.


Sua motivação pode não ser a mais original, mas a performance do ator é divertida o bastante para tornar o vilão atraente. Pedro Pascal também é conhecido por ser o protagonista de The Mandalorian.

Mulher-Maravilha 1984 é a primeira vez em que Maxwell Lord aparece no cinema, embora ele seja um vilão muito antigo.

Mas há um detalhe que o longa-metragem escondeu. Na verdade, um bem importante.

O superpoder do vilão

Em Mulher-Maravilha 1984, Maxwell Lord é um homem comum, sem nenhum poder, até que se funde com a Pedra dos Sonhos.

Ele se torna então capaz de conceder desejos. E, é claro, tira algo da pessoa que desejou em primeiro lugar.

Mas não é bem o que acontece nos quadrinhos da DC. Na verdade, o poder de Maxwell Lord originalmente é a manipulação mental.

Ele é capaz de persuadir as pessoas que ele almeja, conseguindo até controlar o Superman em um momento.

O desfecho de Maxwell Lord nos quadrinhos também foi bem diferente. Em um determinado momento, a Mulher-Maravilha matou o vilão quebrando seu pescoço.

No Brasil, Mulher-Maravilha 1984 está agora em exibição nos cinemas.