A Torre Negra é o nome do filme baseado em uma série de livros homônimas escritos por Stephen King. E em entrevista a IGN, o diretor do longa, Nikolaj Arcel, explicou como foi importante contar com a participação do criador da história. O cineasta explicou que o filme será bem diferente do conto original, mas que conta com o aval de King.

“Depois que ele viu o filme pela primeira vez (King me escreveu): ‘Este não é exatamente o meu romance, mas está bastante no espírito e no tom do livro. E estou muito feliz”, informou Arcel, que explica que sempre levou em consideração cada sugestão dada pelo escritor.

“Em um ponto ele disse: ‘tenho algumas anotações para o roteiro’. E ele nos enviou uma cópia impressa do roteiro, com notas manuscritas. Ele foi muito educado e muito respeitoso. Sempre foi como: ‘talvez Roland não devia falar muito aqui’… ele era como o arquiteto dos personagens”, explicou.


A Torre Negra será o primeiro de uma planejada multi-franquia pela Sony, que envolve pelo menos três filmes e uma série de TV. A trama é centrada em Roland Deschain (Elba), o último de uma linhagem de pistoleiros e também a última esperança da humanidade para deter o poderoso feiticeiro Homem de Preto (Matthew McConaughey).

Além de Elba e McConaughey, o elenco conta ainda com Jackie Earle Haley, Tom Taylor e Katheryn Winnick. Akiva Goldsman e Jeff Pinkner assinam o roteiro. A direção da primeira parte ficará a cargo de Nikolaj Arcel (O Amante da Rainha), enquanto Ron Howard atua como produtor.

O lançamento do filme foi adiado algumas vezes: primeiro, estrearia em fevereiro; depois, em julho; enfim, a data definitiva de estreia ficou para dia 4 de agosto.