Reboots e remakes ganham uma má fama por causa de muitos projetos não só ruins, mas completamente desnecessários. No entanto, não há nada de inerentemente errado em tentar trazer um sucesso do passado para um contexto moderno, e podemos provar!

10 sitcoms clássicas que ainda não ganharam reboot – mas deveriam

Confira 10 reboots e remakes de séries melhores que a original:


Battlestar Galactica

BATTLESTAR GALACTICA | Exibida em apenas 21 episódios entre 1978 e 1979, Battlestar Galactica era pouco mais do que uma tentativa de emplacar um Star Wars na TV, mas seu status de cult pelo menos serviu para que uma emissora topasse bancar o reboot, que ficou no ar entre 2004 e 2009 e se mostrou uma das óperas políticas de ficção científica mais eficientes da nossa era.

ONE DAY AT A TIME | Entre 1975 e 1984, em 209 episódios, os EUA acompanharam a saga de uma mãe divorciada, suas duas filhas, e o superintendente do prédio onde moravam. Para a época, One Day at a Time era uma produção inovadora com seu retrato de uma mãe solteira, mas hoje em dia suas piadas não agradam mais – por isso, a nova versão da Netflix, que coloca uma família cubano-americana no lugar da original, é tão refrescante e surpreendente.

HAWAII FIVE-0 | Missão difícil é refazer uma das séries de ação mais bem sucedidas de todos os tempos – a Hawaii Five-0 original ficou no ar entre 1968 e 1980, exibindo nada menos que 281 episódios. Seu retorno trinta anos depois foi uma aposta arriscada da CBS, mas com personagens carismáticos e uma base de fãs sólida, a nova Hawaii Five-0 já exibe sua oitava temporada!

WILL & GRACE | Além de ser uma das melhores e mais hilárias sitcoms dos anos 1990 e 2000, Will & Grace sempre teve um pé na relevância política ao representar alguns dos primeiros personagens abertamente gays em uma série de TV aberta dos EUA. Seu retorno em 2017 poderia ser só uma tentativa fácil de ganhar alguns dólares a mais, mas a verdade é que a série continua vital, inteligente, progressiva – e hilária!

STAR TREK: A NOVA GERAÇÃO | Quando a Paramount decidiu produzir uma nova série da saga Star Trek, a trama de ficção de Gene Roddenberry já tinha se transformado de um flop televisivo (a série original ficou no ar apenas entre 1966 e 1969) em uma das franquias cinematográficas mais bem sucedidas da época, com quatro filmes já lançados. Por isso, foi surpresa quando a tripulação liderada pelo Capitão Picard se tornou tão popular quanto a do Capitão Kirk, produzindo sete temporadas e 176 episódios!

DALLAS | Embora tenha exibido nada menos que 356 episódios entre 1978 e 1991, Dallas nunca foi uma grande série – um novelão delicioso de se acompanhar, sem dúvida nenhuma, mas nunca uma grande série. É esse apelo “trash” que o remake, que estreou em 2012, conseguiu capturar – pena que quase ninguém sintonizou para assistir, e a série foi cancelada após três anos e meros 40 capítulos exibidos.

90210 | Continuando no filão dos novelões e chegando agora ao público adolescente, Barrados no Baile (1990-2000) se tornou uma marca indelével na cultura pop de sua época – o mesmo não pode ser dito do remake, 90210 (2008-2013), mas em cinco temporadas a série da CW capturou bem os dramas teen que fizeram da original um enorme sucesso.

TWIN PEAKS | A série de David Lynch estava francamente além do seu tempo em 1990, quando exibiu as duas incríveis temporadas originais, e a verdade é que continua ligeiramente futurista em 2017, quando retornou com um terceiro ano de 18 capítulos. No entanto, seu nicho em meio à Peak TV parece mais ajustado, e suas excentricidades mais acolhidas no século XXI.

TUDO EM FAMÍLIA | A história de um senhor conservador (Carroll O’Connor) que vive brigando com a sua família ficou no ar entre 1971 e 1979, se tornando queridinha da crítica e do público e francamente superando a produção britânica da qual era remake – pouca gente se lembra de Till Death do Us Part (1965-1975) hoje em dia. Enquanto isso, Tudo em Família gerou nada menos que quatro spin-offs: Archie Bunker’s Place (1979-1983), 704 Hauser (1994), Maude (1972-1978) e The Jeffersons (1975-1985).

The Office

THE OFFICE | A sitcom original da Inglaterra, criada e estrelada por Ricky Gervais, é uma produção celebrada que exibiu apenas três temporadas e 14 episódios, e mesmo assim ficou marcada na história da comédia televisiva. No entanto, é impossível negar que o remake americano, também intitulado The Office (2005-2013) elevou o nível e se mostrou uma das melhores sitcoms de todos os tempos.