Em meio à loucura de revivals e reboots de grandes séries, quase todo título de sucesso do passado é alvo de rumores de retorno em algum momento. Mesmo assim, alguns astros de TV são explicitamente contra o retorno de seus maiores sucessos.

10 sitcoms clássicas que ainda não ganharam reboot – mas deveriam

Confira:


Lisa Kudrow como Phoebe, em Friends

LISA KUDROW (Friends) | Após um trailer editado de diversos outros projetos do elenco de Friends ser apresentado como “um filme de reunião” da sitcom noventista, Kudrow compareceu ao programa de Conan O’Brien falar sobre um possível retorno. “Eu não acho que funcionaria. A série era sobre pessoas de 20 e 30 anos, os problemas dela – não pode ser sobre pessoas de meia idade. Seria triste”, contou.

Will Smith em seu papel na série Um Maluco no Pedaço

WILL SMITH (Um Maluco no Pedaço) | A série que lançou Smith para o estrelato acabou em 1996, mas o astro ainda é perguntado rotineiramente sobre um possível retorno. “Eu não acho que dá para acontecer. Eu tenho 50 anos, teria que interpretar o Tio Phil agora!”, brincou o ator mais recentemente – visto a agenda lotada de Smith, achamos altamente improvável.

SIMON PEGG (Spaced) | Uma das sitcoms britânicas mais amadas do final dos anos 1990 só teve duas temporadas e 14 episódios, mas lançou as carreiras de Simon Pegg e Edgar Wright, que viriam a fazer Todo Mundo Quase Morto e mais comédias clássicas. No entanto, Pegg “descarta enfaticamente” a possibilidade de voltar ao mundo de Spaced hoje em dia.

Frasier

KELSEY GRAMMER (Frasier) |Exibida em nada menos que 11 temporadas, entre 1993 e 2004, Frasier foi uma das maiores campeãs de audiência e premiações de sua época, mas o astro Grammer não quer saber de voltar ao papel do radialista Dr. Frasier. “Eu estou feliz com o que faço atualmente. Não voltaria. O passado é algo muito precioso para mim, e é melhor deixa-lo assim”, disse.

JOHN SIMM (Life on Mars) | Fãs desse thriller cult da TV britânica clamam por mais episódios, já que a série só teve duas temporadas (e uma continuação em Ashes to Ashes, série derivada que durou mais três anos). No entanto, Simm acha que o final “foi bom o bastante” para a história. “Não teria ponto em voltar. O personagem chegou até onde poderia chegar”, disse.

Bryan Cranston em Breaking Bad

BRYAN CRANSTON (Breaking Bad) | Uma das séries mais premiadas, amadas e vistas da nossa época pode voltar? Embora o spin-off Better Call Saul ainda mostre o passado de vários personagens de Breaking Bad, o retorno de Walter White e companhia é improvável, já que Bryan Cranston disse o seguinte: “Eu quero dizer ‘nunca diga nunca’, mas acho que a história dele acabou”.

NATHAN FILLION (Firefly) | Fillion encontrou sucesso depois do cancelamento de Firefly como o personagem título da série Castle (2009-2016), e mesmo agora que está procurando o próximo projeto, tende a descartar a possibilidade de retornar com Firefly, cancelada após apenas uma temporada, mas que se tornou cult desde então. “Uma grande temporada como aquela tem que ser o bastante. Não podemos mexer naquilo”, disse.

Jerry Seinfeld

JERRY SEINFELD (Seinfeld) | Os fãs parecem não aceitar, já que sempre fazem a mesma pergunta, mas o criador e astro Jerry Seinfeld não quer, de forma alguma, que Seinfeld volte à TV. “Eu já recusei diversas propostas. Não vai acontecer, eu não vejo ponto em retornar”, disse recentemente.

HOLLY MARIE COOMBS & SHANNEN DOHERTY (Charmed) | Após o anúncio de que a CW vai refazer Charmed com um novo elenco e “uma perspectiva feminista”, duas das estrelas da série criticaram a ideia, dizendo que a emissora estaria “capitalizando em cima do seu trabalho duro” (Coombs), e que a sinopse liberada pelo canal era “estúpida” (Doherty).

PATRICK STEWART (Star Trek: A Nova Geração) | O grande ator britânico não pensa que seja uma boa ideia retornar ao papel do capitão da Enterprise, que interpretou por sete temporadas, entre 1987 e 1994. “Não consigo ver o Capitão Picard como um homem idoso. Talvez possa ser interessante, mas teria que ser convencido disso”, disse.