Com 10 anos de história em seu universo cinematográfico, a Marvel com certeza teve tempo de criar personagens complexos, com arcos de evolução interessantes e jornadas de herói que marcarão para sempre a nossa cultura, certo?

Vingadores: Guerra Infinita | Saiba TUDO o que acontece na saga das HQs

Abaixo, reunimos os 10 personagens com os quais a editora/estúdio melhor fez isso:


Paul Rudd como o Homem-Formiga
Paul Rudd como o Homem-Formiga

10. HOMEM-FORMIGA/SCOTT LANG | Pode não parecer, mas o filme do Homem-Formiga, lançado em 2015, empacota muito desenvolvimento de personagem para o protagonista Scott Lang em apenas 1h57. Do homem que saiu da cadeia buscando uma vida honesta no começo para o cara que foi parar de volta em uma cela no final de Capitão América: Guerra Civil, foi uma longa jornada – e uma que o fez merecer o lugar por aqui.

Valquíria

9. VALQUÍRIA | Uma maravilha-de-um-filme-só, a Valquíria de Tessa Thompson é uma explosão de carisma e atuação sutilmente magistral, mas também uma personagem muito bem construída. Sua “jornada de redenção” não é falsa ou forçada – ao invés disso, busca se adequar à narrativa sem perder a fidelidade ao arco natural da personagem. Mal podemos esperar para revê-la em Guerra Infinita.

Jeremy Renner como Gavião Arqueiro.

8. GAVIÃO ARQUEIRO/CLINT BARTON | Muitos foram pegos de surpresa quando o Gavião Arqueiro revelou que tinha uma família e estava pronto para se aposentar em Vingadores: Era de Ultron, e embora frequentemente a Marvel use o pobre Clint como “tapa-buraco” (vide Guerra Civil…), tanto o trabalho de Jeremy Renner quanto o roteiro da maioria dos filmes onde ele apareceu traçaram uma jornada convincente e interessante o herói mais desesperadoramente humano de todos.

Sebastian Shaw, o Bucky
Sebastian Shaw, o Bucky

7. SOLDADO INVERNAL/BUCKY BARNES | É impossível negar que a jornada de Bucky Barnes é envolvente – se não fosse, ele não teria tantos fãs por aí, mesmo com o seu passado violento na pele do Soldado Invernal, quando passou por lavagem cerebral e hipnose para realizar os atos mais impensáveis. Seu arco de perda, violência e redenção falou alto ao público – e tem muita gente ansiosa para saber onde vai dar.

Tom Holland como Homem-Aranha.
Tom Holland como Homem-Aranha.

6. HOMEM-ARANHA/PETER PARKER | Aparecendo em Capitão América: Guerra Civil com o carisma que é esperado do personagem, o Peter Parker de Tom Holland ganhou uma nova dimensão em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, que o colocou como um adolescente que luta ao mesmo tempo com problemas ordinários e extraordinários. Sua superação no clímax do filme é identificável porque, em outras circunstâncias, nós também já passamos pro algo assim.

Gwyneth Paltrow como Pepper

5. PEPPER POTTS | “Ela foi a primeira Primeira-Dama da Marvel, e agora há muitas”, disse Robert Downey Jr ao elogiar Gwyneth Paltrow, a Pepper Potts, na estreia de Guerra Infinita. A verdade é que Pepper é também a “Primeira-Dama” mais bem desenvolvida da Marvel, indo de assistente dedicada a mulher de negócios implacável de forma natural e, o mais importante, nunca se vendo diminuída diante da importância de seu “par”.

T'Challa/Pantera Negra (Chadwick Boseman).
T’Challa/Pantera Negra (Chadwick Boseman).

4. PANTERA NEGRA/T’CHALLA | O arco dramático de Pantera Negra, o filme solo do herói T’Challa, é uma das grandes maravilhas do filme de Ryan Coogler. Sua jornada para superar a morte do pai, e ao mesmo tempo fazer às pazes com as suas falhas como líder, fala profundamente a temas importantes do universo Marvel, e cria um personagem envolvente que, nas mãos de Chadwick Boseman, ressoa ainda mais.

3. TODOS OS GUARDIÕES DA GALÁXIA | Os dois filmes de James Gunn sobre o grupo de heróis intergaláticos (e a imagem acima ainda não conta os coadjuvantes) tem alguns defeitos, mas um deles não é construção de personagem. Rocket, Drax, Groot, Quill, Gamora e cia tem arcos claros, com propósitos dramáticos nobres que incluem cores de rejeição, aceitação e personalidade na paleta rica da Marvel.

Chris Evans em Vingadores: Guerra Infinita

2. CAPITÃO AMÉRICA/STEVE ROGERS | Impossível não colocar, no topo dessa lista, os dois personagens que são claramente os protagonistas e tiveram claramente o maior investimento da Marvel nesses primeiros 10 anos. O Capitão América de Chris Evans é um personagem tão simbólico não só pelo ideal que ele representa, mas pelas manchas que conhecemos nesses ideais, e em toda a profundidade que a Marvel permitiu aos roteiristas colocar nelas.

Robert Downey Jr

1. HOMEM DE FERRO/TONY STARK | Tudo começou com ele, então não é de se espantar que Tony tenha a jornada mais clara, mais longa, mais desenvolvida da Marvel até agora. A fatiga do personagem, hoje em dia, pode ser grande, mas Robert Downey Jr é inegavelmente brilhante no papel – e a Marvel pode ser disposta demais a perdoar as arrogâncias e preconceitos de Tony, mas seu arco dramático ainda é complexo e bem desenhado.