10 anos depois após o lançamento do filme original, Zumbilândia: Atire Duas Vezes finalmente chega aos cinemas. Havia um perigo, afinal, o gênero de zumbis sofreu grandes transformações desde a estreia da comédia de Ruben Fleischer – principalmente porque o fenômeno The Walking Dead dominou parte da cultura pop.

Dessa forma, o que o segundo filme traz de novidade é bem interessante: diferentes classes de zumbis, que vão evoluindo de acordo com seu nível de perigo. No melhor estilo videogame, e que certamente é um dos grandes acertos do filme.

Confira abaixo quais são os novos tipos de zumbis do filme.


Homer

Esse é o tipo mais básico de zumbi, e que é definido pelo protagonista de Jesse Eisenberg como “burro”, o que justifica a homenagem ao personagem de Os Simpsons. A ameaça dos Homers é tão pequena que os sobreviventes até veem suas burradas como uma forma de “entretenimento”, com Columbus comparando-os ao YouTube.

Hawking

A segunda classe de zumbi é bem mais perigosa. De acordo com a explicação de Columbus, os Hawkings são considerados agressores inteligentes, que são capazes de usar o cérebro para raciocinar e ultrapassar obstáculos.

Ninja

Um dos grandes perigos de Zumbilândia: Atire Duas Vezes está na classe Ninja. Como podemos esperar do nome, eles são os zumbis mais velozes e silenciosos, e Columbus até exemplifica que “o único som que você escuta, é o seu grito”.

T-800/Bolt

Mas nada supera essa classe de zumbis, que é uma novidade até mesmo para o grupo de sobreviventes de Columbus. Em homenagem a O Exterminador do Futuro (e também ao corredor Usain Bolt, pela visão de outros personagens), esses zumbis são bem difíceis de matar, sendo imunes a tiros diretos e quase indestrutíveis; além de atacarem em manada, no estilo Guerra Mundial Z. A única forma de acabar com eles é destruindo a cabeça.

Zumbilândia: Atire Duas Vezes está em exibição nos cinemas.