ALERTA DE SPOILERS

Em X-Men #2, Ciclope leva uma equipe para investigar o aparecimento de uma nova ilha misteriosa chamada Arakko. Mas Krakoa leva o assunto em suas próprias mãos, estendendo os tentáculos que fundem as duas ilhas.

Se houver alguma dúvida sobre o que acabamos de testemunhar, Ciclope confirma que é uma relação romântica: “Acho que foi assim que todos os meus melhores erros aconteceram”.


Mais recentemente, o Professor X estabeleceu a ilha de Krakoa como a nova pátria mutante. Com a ajuda do comunicador sobre-humano Cypher, ele despertou a consciência da ilha e projetou seu ecossistema.

Entre os resultados estavam os Flowers, que permitiram aos X-Men negociar o reconhecimento internacional em troca do acesso aos medicamentos que produziam.

A identidade do parceiro de Krakoa, Arakko, é mais misteriosa. A HQ Powers of X revelou que há centenas de anos, um inimigo sombrio e empunhado de espadas dividiu a ilha de Okkara em duas: Krakoa e Arakko.

Isso abriu um abismo em um “lugar perverso” e, para fechá-lo, o imortal Apocalipse mutante selou Arakko naquela outra dimensão. Em X-Men #2, ele reapareceu, povoado de criaturas de outro mundo e uma figura branca e infantil chamada “Invocador”.

O Invocador confirma o significado romântico da reunião das ilhas: “Você ama alguém? E você quer estar com eles, sim? Então você entende.”

Qualquer outro significado que isso possa ter ainda não está claro. Os X-Men agora compartilham seus monstros paradisíacos em ilhas de outra dimensão com nomes como “Uhr’Oggloth, a grande fera do reino exterior” e “Dur the Undying”.

É outro desenvolvimento inesperado no plano mestre mutante de Hickman e, assim como as outras peças, teremos que esperar e ver como elas se encaixam.

X-Men #2 já está à venda nas bancas de quadrinhos norte-americanas.