O intérprete de um clássico personagem do Sítio do Picapau Amarelo faleceu na noite desta quinta-feira (24) em Tubarão (Santa Catarina).

Aos 43 anos, Daniel Lobo, o terceiro a viver o Pedrinho na TV em 1986 na Globo, morreu vitimado por um tumor. Ele passou os últimos dias internado no hospital Nossa Senhora da Conceição e seu quadro clínico teve complicações.

O artista seguiu com a carreira artística após o papel que marcou sua infância. Nos últimos anos, voltou à emissora carioca nas novelas Esperança (2002), Beleza Pura (2008) e Verdades Secretas, apresentada no ano passado.


Atualmente, Lobo dirigia o espetáculo Nise da Silveira – Guerreira da Paz e deixou a peça no início do mês por conta do avanço da doença.

O próprio Daniel havia publicado sobre a pausa em sua página no Facebook em 12 de março:

“Após seis comoventes semanas de temporada no MASP, com o público crescendo a cada dia e a perspectiva de lá ficarmos por muito tempo, por motivos de saúde sinto-me na missão de interromper a caminhada. Foram dois anos de muita dedicação para vivermos este momento da Vida, deste projeto que fala de Arte e Espiritualidade retornar à SP, e tocar o coração das pessoas”.