ATENÇÃO PARA SPOILERS, SE VOCÊ NÃO VIU O EPISÓDIO!!!

Um dos personagens de The Walking Dead finalmente abriu o jogo sobre sua condição sexual no último episódio da série, exibido neste domingo (19).

Durante um diálogo com Maggie, Jesus assumiu ser homossexual de uma maneira bem sutil:


“Pela primeira vez, eu sinto que pertenço a algum lugar. Tentando ter certeza de que você e Sasha se tornaram uma parte disto, também me tornou uma parte disso. Desde quando cheguei aqui, eu nunca estive aqui. Eu sempre achei difícil me aproximar de alguém. Vizinhos, amigos… namorados”, disse ele.

Nos quadrinhos, Jesus também é gay, e em fevereiro deste ano, o criador de The Walking Dead, Robert Kirkman, já havia adiantado que a série de TV abordaria essa questão.

Em entrevista ao Hollywood Reporter após o novo episódio, o showrunner Scott M. Gimple falou sobre a possibilidade de um casal formado por Jesus e Aaron, outro personagem assumidamente gay:

“É uma coisa interessante, porque nos quadrinhos Robert [Kirkman] tem sido um pouco resistente para juntar os dois, e eu entendo totalmente por quê. ‘Há dois personagens homossexuais e devemos obviamente colocá-los juntos’. Isso não deveria ser tão óbvio. Não é tão simples que a condição sexual dos dois os tornem automaticamente um casal. Sim, nos quadrinhos eles estão começando a se aproximar um do outro – o que é compreensível se você olhar para os personagens. Na série, nós provavelmente vamos seguir com Robert o que ele estiver fazendo [nos quadrinhos]. Eu acho que isso é possível na HQ e é inteiramente possível na TV. Mas é importante tratarmos esses personagens como personagens”.

Norman Reedus diz que série quase fez Daryl ser gay

The Walking Dead é exibida no Brasil pelo canal pago Fox, e vai ao ar aos domingos.

The Walking Dead | Andrew Lincoln revela qual final deseja para a série