Star Trek: Discovery demorou muito mais que o esperado e só nesta segunda-feira (19) teve sua data de estreia anunciada pela emissora dos Estados Unidos NBC.

Porém antes mesmo disso, a série sofreu algumas críticas em relação a diversidade da série, sendo acusada de exagerar apenas para exibir maior representatividade.

Ao que a atriz Sonequa Martin-Green rebateu em algumas redes sociais.


“Se importem menos com isso e busquem a essência de espírito de Star Trek. Olhe através do ator que você está vendo na tela, todos somos iguais e estamos contando justamente uma história sobre humanidade, esperamos que isso possa unir o público”, disse ela.

A série se passará 10 anos antes da missão do Capitão Kirk, funcionando portanto como um prelúdio da original.

O reboot de Star Trek na TV introduzirá novos personagens, que continuarão procurando novos mundos e novas civilizações, enquanto vai explorar temas contemporâneos, seguindo a mesma linha da série original dos anos 60. O novo seriado será o primeiro de Star Trek a entrar em produção desde o final de Enterprise, em 2005.