ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

O episódio final da 11ª temporada de Arquivo X, que pode muito bem ser o último já exibido pela série, deixou muitas questões no ar, mas também uma sensação de conclusão quanto à jornada emocional dos protagonistas, Mulder (David Duchovny) e Scully (Gillian Anderson).

Ao final do episódio, após sobreviverem a mais uma rodada de conspirações e aparentemente matarem o Canceroso (William B. Davis), os dois agentes descobrem que serão pais novamente em breve – Scully está grávida, e dessa vez tem toda a certeza do mundo que o filho é de Mulder.


Arquivo X | Criador sobre diferença de salário entre astros: “O sistema é assim”

O “final feliz” foi preparado desde o começo da temporada, segundo o criador Chris Carter à EW: “Há muitas fundações para chegarmos a esse momento. No terceiro episódio, vemos os dois na cama, falando sobre o futuro, sobre o envelhecimento, sobre ter mais filhos”, relembra.

Embora Gillian Anderson tenha dito que não retornará ao papel de Scully mesmo se a série for renovada, Carter ainda acha que esse pode não ser o fim de Arquivo X. “Nunca vai ser o mesmo sem Gillian, mas eu acho que há mais histórias a serem contadas. Se esse fosse o último episódio, acho que eu sentiria um pouco de ansiedade para saber as respostas para muita coisa”, diz.