A escalação de Henry Cavill como Geralt de Rívia, na série The Witcher, da Netflix, pegou todos de surpresa. Agora, em entrevista ao THR, a showrunner da série, Lauren S. Hissrich, disse que ele não foi escolhido por ser uma grande estrela de Cinema.

“Não estávamos procurando por uma estrela de Cinema quando escolhemos Henry. Estamos procurando pelos melhores atores para esses papeis. Ponto. Fim da história. Tudo se resume ao melhor ator para o papel. Henry obviamente é um grande fã da franquia. Nos conhecemos em abril e tivemos uma reunião bem superficial. Então me encontrei com centenas de outros candidatos e nunca consegui tirar Henry da minha mente. Ao escolher Anya e Freya, o legal é que estávamos abertos a qualquer uma e ambas, para mim, trazem o espírito das personagens”, revelou a showrunner.

The Witcher | Artista imagina Henry Cavill e Freya Allan caracterizados como personagens da série


Liderado por Henry Cavill, o elenco de The Witcher tem até o momento Jodhi May (Game of Thrones) como Rainha Calanthe; Björn Hlynur Haraldsson (Fortitude) como o marido dela, Eist; Adam Levy (Knightfall) como Mousesack; MyAnna Buring como a comandante da academia de magia Aretuza, Tissaia; Mimi Ndiweni e Therica Wilson-Read como Frangilla e Sabrina; Millie Brady como a princesa rebelde Renfri; e Freya Allan (A Guerra dos Mundos) e Anya Chalotra (Wanderlust) como, respectivamente, Ciri e Yennefer.

Para o The Hollywood Reporter, a showrunner Lauren S. Hissrich informou que a série está perto de começar a produção. Em suas palavras, The Witcher ainda está “em preparação”.

A obra é baseada nos livros de Andrzej Sapkowski, que também foram adaptados para os muito bem-sucedidos games da CD Projekt RED.

The Witcher tem estreia prevista para 2020.