A série The Good Fight derivada de The Good Wife, do canal americano CBS, se viu em meio a uma polêmica gerada por uma postagem da conta oficial da série no Twitter.

Confira a postagem no final do post.

Na conta oficial da série no Twitter, uma imagem em referência ao episódio “The One Where Diane Joins the Resistance” da 3ª temporada da série foi divulgada.


A imagem mostra uma lista de palavras chave. Dentre elas se destacam no topo as palavras “assassinato”, “presidente” e “Trump”, que tiradas de contexto dão a entender que a série estaria atacando o Presidente dos EUA, Donald Trump.

O canal CBS, que produz a série, se pronunciou oficialmente sobre a polêmica.

“Um post nas redes sociais de ‘The Good Fight’ mostrou um conteúdo que, fora de contexto criou uma impressão e gerou uma reação que não era planejada”, disse a CBS.

“O tweet mostrava uma lista do escritório ficcional da série, NSA, incluindo algumas palavras chaves que os personagens devem procurar enquanto conduzem investigações sobre armadilhas, com o intuito de proteger o Presidente. Infelizmente o tweet foi postado fora de contexto, a ideia era que os fãs identificassem um Easter Egg em referência a uma personagem antiga de The Good Wife, Kalinda, que está na segunda coluna da lista”, concluiu o canal

Derivada de The Good Wife, The Good Fight trouxe muitas referênciasa Donald Trump na 2ª temporada – inclusive nomeando cada um dos episódios com a quantidade de dias que o presidente está na Casa Branca. No novo ano, Diane terá que enfrentar as consequências dos acontecimentos da última temporada, tentando não enlouquecer com a sua administração.

A 3ª temporada de The Good Fight estreou em 14 de março.