ALERTA DE SPOILERS

A edição 36 de Supergirl começa com Brainiac infestando a heroína com seus nanobots enquanto o sempre leal Krypto observava. Esta é a parte da história que os fãs esperavam, um confronto da Supergirl com Brainiac, mas não é bem o que eles têm.

No processo de infiltração por aqueles nanobots, ela ouve algo e sai para a cena da luta que está acontecendo atualmente em Batman / Superman #4, em que Batman e Superman estão lutando contra o Infected e Kara pula para ajudar.


Em última análise, isso leva a Supergirl a estender a mão e agarrar um daqueles Batarangs cruéis e venenosos antes de atingir o Superman, o que rapidamente leva a um problema real.

Veja bem, esses Batarangs são o que o Batman Que Ri está usando para infectar heróis e, com certeza, infecta Supergirl. Ela é vítima disso bem diante dos olhos horrorizados de Superman e Batman, desmoronando apenas para se erguer novamente com uma roupa mais brutal e toda preta, pintura facial no estilo Coringa e uma nova e mais sombria perspectiva.

É claro que, antes que ela possa se alinhar completamente com seu companheiro infectado, ela tem alguns negócios para cuidar da situação de Brainiac, onde ela brutalmente lida com as coisas.

É o que acontece depois que ela elimina Brainiac que revela a verdadeira mudança na Supergirl graças à sua transformação. Tendo se libertado do vilão, ela decide que não voltará para os outros infectados.

Em vez disso, ela está saindo sozinha, declarando o quanto ela se divertirá neste “planeta atrasado”, enquanto o pobre Krypto assiste com a preocupação.

Supergirl #36 já está à venda nas bancas de quadrinhos norte-americanas.