ALERTA DE SPOILERS

A sexta temporada de Chicago Med começa com um choque para os fãs. Will Halstead está sozinho novamente na série médica.

Durante o capítulo When Did We Begin To Change, os fãs são levados direto para pandemia do coronavírus (COVID-19). Porém, a doença não é o único problema na trama.

Inicialmente, Will e Hannah Asher moram juntos. Isso acontece em uma trama fora da tela, como parte da atualização da história de Chicago Med.


Porém, o casal não tem um destino muito feliz. Hannah tem uma overdose e Will, desesperado, diz “Eu te amo” para ela, mas enquanto a namorada estava em uma ambulância, em atendimento urgente.

No fim do episódio, Will decide terminar com Hannah, que sobrevive. O médico acha que não pode ser o motivo da sobriedade dela – o que considera algo ruim para os dois.

Com isso, Hannah deixa Chicago Med e se muda para Califórnia. Ela quer recomeçar, sem ser conhecida como a médica com o problema com drogas.

O que acontece com Will?

Por ter decidido terminar o romance, Will fica em Chicago Med. A história do médico, por enquanto, deve ganhar outro foco.

No capítulo, Will é convidado pela nova personagem, a doutora Sabeena Virani, a comandar testes de um novo remédio para o coração. O médico, inicialmente, recusa.

Porém, sabe-se que Sabeena volta a aparecer em Chicago Med. Assim, tudo indica que Will vai se tornar o chefe dos testes.

A sexta temporada de Chicago Med está em exibição nos EUA.

No Brasil, a série tem transmissão do canal Universal. No streaming, Chicago Med está no Globoplay.