Daryl Dixon teve um grande desenvolvimento de personagem em The Walking Dead.

Ele começou como um personagem secundário que podia não ser muito confiável. No entanto, hoje é o grande astro da série.

O personagem nunca existiu nos quadrinhos, portanto sua jornada sempre foi a mais imprevisível.


Os produtores de The Walking Dead tiveram que criar uma história totalmente original para Daryl. E o fizeram muito bem – aqui está uma explicação da trágica história de origem do personagem.

Infância difícil

Daryl e seu irmão, Merle, cresceram nas montanhas da Geórgia com pais caipiras.

O pai era um alcóolatra abusivo e a mãe era altamente negligente. Tão negligente que morreu em um incêndio causado em casa por um cigarro.

Merle passou muito tempo em centros de detenção juvenil, portanto Daryl aprendeu a se virar sozinho.

Ele continuou fazendo isso quando Merle se alistou para o exército. Eles mais tarde se reuniram novamente, vivendo como andarilhos.

Quando o apocalipse zumbi explodiu, Merle já era a única pessoa que Daryl tinha, o que explica por que suportou uma relação tão tóxica por tanto tempo.

Foi depois da morte de Merle que Daryl abandonou suas visões odiosas do mundo, tornando-se mais otimista mesmo nas situações mais sombrias. Hoje, na ausência de Rick Grimes, pode-se dizer que Daryl é a grande estrela de The Walking Dead.